Irmandade Inquisidora

sexta-feira, outubro 28, 2005

O que faço aqui?

Tipo, o meu pai obrigou-me! Eu não queria, mas ele obrigou-me. Disse que está farto de me ver fechado no quarto sem fazer nada, e coisas do género. "Não vais à escola, mas também não ficas cá em casa sem fazer nada!"; andou ele para aí dizer. Disparates! Ele é que se esqueceu de me matricular na escola, e depois mete as culpas em cima de mim. Eu fartei-me de avisá-lo do dia das matriculas, mas mesmo assim ele esqueceu-se... E a minha mãe? Essa só me perguntou se ficava lá a almoçar ou vinha comer a casa, e quando lhe disse que ia ficar internado lá, ou seja que iria almoçar, jantar, e dormir lá, ela respondeu "Quer dizer que não conto contigo para os almoços e para os jantares, é isso?". O meu pai também não deve saber muito bem o que é isto da Irmandade Inquisidora. Encontrou um panfleto, viu que eu podia ficar lá internado, sem ter que pagar um chavo, e nem pensou duas vezes, livrou-se logo de mim. Ele deve estar pouco contente, deve. Malditos que eles sejam. Nunca me telefonaram desde que vim para cá, excepto no primeiro dia, quando a minha mãe me telefonou a perguntar a que horas é que eu vinha almoçar, e eu tive que mandar uns valentes berros ao telefone. Mas parece que ela finalmente percebeu... E cá estamos, eu no meio deste fanáticos religiosos, tenho que rezar não sei quantas vezes por dia, fazer tudo em nome do Senhor e não sei mais o quê, e isso com a agravante de eu não ter fé, e acreditar na não existência divina. O que é que eu faço aqui? Realmente, o meu pai deve-se sentir o homem mais feliz do mundo...

2 Comments:

  • Iluminado: gostei.

    Estás enquadrado no espírito destes fanáticos, quer queiras, quer não ;)

    Resta-te a esperança de também teres direito a uma ou outra vestal...

    **

    btw - a culpa é do teu pai, porque a tua mãe estava a fazer o almoço...

    By Anonymous MataHari, at 31 outubro, 2005 14:47  

  • Atenção: o Irmão Iluminado não tem direitos enquanto não provar que é totalmente merecedor de tal privilégio.

    Ao contrário da minha pessoa.

    Em nome do Pai, do Inquisidor e da Irmandade, Amén †

    By Anonymous Irmão Inquisidor, at 31 outubro, 2005 22:38  

Enviar um comentário

<< Home


 
Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-Noncommercial-Share Alike 2.5 Portugal License.